Maneiras de ajudar um AMIGO COM DEPRESSÃO

Maneiras de ajudar um AMIGO COM DEPRESSÃO

A depressão é um distúrbio que afeta mais de 10% da população mundial. Segundo dados da OMS o Brasil é o país mais depressivo da América Latina. O que significa que muitas pessoas ao nosso redor podem apresentar sintomas. Esse texto foi criado pensando em enumerar dicas para apoiar colegas, amigos, familiares e pessoas próximas que estejam enfrentando sinais como:
* Humor deprimido ou irritabilidade, ansiedade e angústia
* Alteração no sono e apetite.
* Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas.
* Desinteresse, falta de motivação e apatia.
* Sentimentos de medo, ansiedade, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio.
* Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doença ou morte.
* Interpretação distorcida e negativa da realidade: tudo é visto sob a ótica depressiva, um tom “cinzento” para si, os outros e o seu mundo.
* Dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento.
O que fazer?
Quando alguém que você conhece e ama está clinicamente deprimido, você quer estar presente para essa pessoa. Ainda assim, tenha em mente que seu amigo ou ente querido tem uma condição clínica séria. Dar apoio pode significar mais do que apenas oferecer um ombro
para chorar.
Muitas coisas podem ser feitas para que os indivíduos em quadros depressivos sintam-se melhor. Porém, o
mais importante, é termos a consciência de que o cuidado psicológico e muitas vezes psiquiátrico é fundamental
para que esses indivíduos se recuperem.

Aqui estão nove coisas úteis que você pode fazer para
alguém com depressão.

1 – Compreender que o tratamento é fundamental
A depressão é uma condição clínica que requer cuidados
médicos e psicológicos. Como um membro da família
ou amigo, você pode ouvir a pessoa e dar o seu apoio,
mas isso pode não ser suficiente.
É necessário que você tenha sempre isso em mente. A
compreensão da gravidade do problema pode impedi-lo
de perder a paciência ou ficar frustrado com eles, uma vez
que seus melhores esforços não irão “curar” sua depressão.
Pessoas que estão deprimidas muitas vezes não conseguem
dormir, e dificilmente você terá alguma ação sobre
esse fato. Você poderá dar cuidado e apoio, mas não irá
resolver o problema.

2 – Fale sobre a depressão
Deixe-os saber que você e outros se preocupam com
eles e estão disponíveis para apoio. Ofereça-se para encaminhá-
los para um tratamento ou, se eles quiserem falar
com você sobre como eles estão se sentindo, saiba ouvir.
Acolha, escute ativamente e esteja atento.
Este acolhimento pode reduzir o risco de suicídio. Ouça
atentamente os sinais de desesperança e pessimismo, e não
tenha medo de chamar um psicólogo ou mesmo levá-los
para uma clínica, se a sua segurança estiver em questão

3 – Mantenha contato
Ligue ou visite a pessoa. Não deixe de convidá-la para
se juntar a você em atividades diárias. Pessoas que estão
deprimidas tendem a ficar isoladas porque não querem
“incomodar” outras pessoas.
Talvez seja necessário ser enfático e trabalhar mais
duro para apoiar e envolver alguém que esteja deprimido.
Atividades que promovem um sentimento de realização,
recompensa ou prazer são diretamente úteis para melhorar
a depressão. Escolha algo que a pessoa ache interessante.
Ainda assim, tenha em mente que eles podem não
se sentir interessados na atividade imediatamente.
Rotinas que promovem o exercício, nutrição e uma
quantidade saudável de sono são úteis.

4 – Incentive a prática de atividades prazerosas
Convide seu amigo para realizar algumas atividades ao
ar livre. Uma caminhada, um passeio de bicicleta e até mesmo
um piquenique no parque. Um pouco de caminhada e
exercício físico já contribuirá para a liberação de hormônios
do prazer como a endorfina e dopamina.
Estimular a participação em aulas como pilates, yoga,
meditação, música ou coisas mais divertidas como o slack
podem proporcionar momentos de alegria e algumas
risadas. Um convite para um cinema, um passeio em uma
livraria e uma visita a um local relacionado à espiritualidade
podem funcionar também.

5 – Concentre-se em metas pequenas
Uma pessoa deprimida pode perguntar: “Porque você
se preocupa comigo? Porque eu deveria sair da cama hoje?”
Você pode ajudar a responder a essas perguntas e oferecer
um reforço positivo.
A introspecção depressiva e a passividade podem ser
reduzidas através de um incentivo. Trabalhe para estimular
um sentimento de recompensa ao atingir pequenos objetivos.
Pontue e elogie pequenas realizações diárias – até
mesmo algo tão simples quanto sair da cama.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*